10 de março de 2008

Flor...










Flor...








Amor desfeito em mágua

Mas abençoado amor

Que foi um dia ao menos

A primavera em flor

Chorava a flor e gemia

Branca,branca de terror

É a fonte sonora e fria

Rolava levando a flor

Caricias das brisas leves

Que abre rasgões de luar

Fonte,fonte não me levas

Não me leves para o mar

Adeus sombra das ramadas

Cantigas do rouxinol

Ai,festas das madrugadas

Doçuras do por do sol...

Autor desconhecido

0 comentários: